Arley Pedrucci

Ei Tito, que saudade de você!
Já faz 7 anos da sua partida, e parece que você simplesmente foi viajar e ainda não voltou.

Eu queria tanto que você pudesse conhecer meu noivo, ele é tão bom para mim e vocês se dariam tão bem, eu não canso de imaginar como seria.

Minha tia sente muita falta de você, sabia? Ela é muito forte, aguentou firme todos esses anos sem o grande amor da vida dela. Eu sinceramente não teria a mesma força que ela, e eu a admiro muito e sei que você a auxilia a aguentar firme. 

Sinto falta das suas brincadeiras, de você me chamar de Jacu de Penacho e ficar me irritando. Queria muito seu apoio, ter você para barrar a falta de educação das pessoas comigo, e seu incentivo. Garanto que se você estivesse aqui, muitas coisas seriam diferentes, e talvez hoje eu não estaria tão presa e cheia de medos.

Eu sinto sua falta todos os dias, e espero estar te dando orgulho, mesmo eu estando tão quebrada. 

Me perdoe por todas as vezes que fui fraca, e por todas as vezes que me afastei...eu só queria poder voltar no tempo e viver todos os momentos novamente com você.

Que você possa estar comigo, me auxiliando em minha jornada, e protegendo a mim e minha tia.

Obrigada por ter feito parte da minha vida e ter sido quem você é.

Que você esteja sendo acompanhado pelos nomes e de todas as bençãos que eles tem a lhe oferecer. Que esteja sendo refrescado milhares de vezes, e usufruindo de todas as coisas boas e puras. Que você tenha luz, sempre te iluminando e te auxiliando em sua jornada. 

Obrigada por ter proporcionado as minhas melhores memórias, você foi e é muito importante para mim.

Eu te amo muito.

 

Atenciosamente,

Tatá / Jacu de Penacho / Tatóvisk / Seu bobão / Seu palhaço / Tita... Thábata.